Desde 2010 |Referência em Pole, Aéreos, Dance e Acrobacias

(11) 3032.0000 - Av. Jabaquara, 245, Mirandópolis,

Metrô Praça da Árvore / Metrô Santa Cruz (Saúde / Vila Mariana) 

PARA ESTACIONAR (CONVÊNIO):

-R&R Estacionamento - Av. Jabaquara, 476

September 7, 2016

Please reload

Posts Recentes

Não se esqueça da ponta de pé!

October 6, 2016

1/2
Please reload

Posts Em Destaque

Se joga no Pole Street!

September 7, 2016

O feriado está aí e você não tem planos, não tem treino, mas ainda quer se mexer? Se joga no Pole Street!

 

A ideia do Pole Street é ocupar espaços públicos de maneira divertida e espontânea - e quando digo ocupar espaços públicos, digo ocupar postes e barras, digo fazer carão por aí mesmo, em plena selva asfáltica! Mas o pole na rua geralmente não é um treino, até porque nos espaços urbanos não encontramos a mesma estrutura que nas academias, né? Em parques da cidade, por exemplo, as chances de treinar até podem aumentar porque existem estruturas bacanas para os viciadinhos em acrobacias - mas nada muito específico para polers. 

 

Mas não tem problema! O que têm de especial no Pole Street é justamente a aventura de “caçar” lugares por aí que podem render fotos bafônicas, risadas calorosas e olhares assustados de quem passa pelos street polers (afinal, você tem que ser no mínimo fora da curva para fazer pole na rua, concordemos!)

 

Gostou? Está a fim de se aventurar? Aí vão algumas dicas:

 

1- LUGAR DE POLE STREET É...

Em qualquer lugar! Pode ser no poste da esquina, no parque, no metrô, no centro da cidade, na placa de proibido estacionar, nos portões da garagem de casa. Se der inspiração, por que não? Contanto que não destrua patrimônio público (sem vandalismo, por favor, somos seres pensantes), perturbe ou machuque outras pessoas. Um adendo importante: não esqueça sua noção em casa! De resto, pole street é sinônimo de liberdade criativa!

 

2- NEM TODO POSTE OU BARRA SERVE

Está aí uma dica estranha porém lógica. Existem barras descascadas e soltas, postes bambos, ou muito grossos, ou ásperos demais. É mais fácil encontrar (infelizmente) “supostos” poles ruins do que os bons, achar o “pole urbano” perfeito é uma tarefa trabalhosa – aliás, é bem comum ver pole dancers encarando postes por aí, viu? Faz parte da nossa saga pelo poste perfeito (sem julgamentos, obrigada de nada!)

 

3- RESPEITE SEU CORPO E SEUS LIMITES

Parece dica de tia chata, eu sei. Na verdade, é uma dica de tia chata mas pensada com muito carinho: a gente se empolga tanto com a magia que nosso corpo faz em barras e postes – estruturas que tecnicamente não foram feitas para a gente fazer pole dance, importante lembrar – que acaba se esquecendo dos riscos. Você pode sair ralada, sim. Pode sair machucada, sim. Aliás, essa dica está bem ligada à anterior, o poste ou barra certo/a também previne de muitos problemas. Então, fica o conselho, escute seu corpo enquanto se aventura no Pole Street, ok?

 

4- EM BOA COMPANHIA...

 

Tudo vira folia! Afinal, quem você acha que vai tirar suas lindas fotos em pleno asfalto? Chama a amiga ou o amigo viciado em pole! Chama a mãe, tia, cachorro, o bairro inteiro! Pole na rua fica muito mais divertido quando estamos com pessoas queridas, e você ainda pode mostrar alguns moves para aqueles que pensam em fazer o pole mas ainda não tomaram coragem. Já pensou? Além de se inspirar, pode inspirar outras pessoas! Pode motivá-las a começar o seu, o nosso queridinho pole <3

 

4.1 DICA EXTRA: APROVEITA O DIA DA INDEPENDÊNCIA...

Pole na rua tem dessas, né? C A M A R O T E ao ar livre! Quem sabe você não tem sorte, e assiste do alto de um poste, quer dizer, do camarote, o desfile da independência da sua cidade? Só vai!

 

(OK, nem tanto! Macacagem tem limite, só me empolguei mesmo com o pole street <3)

 

BOM FERIADO TURMINHA!